quarta-feira, 10 de junho de 2009


Esta noite, sonhei.


Há tempos não sonhava algo significativo pra mim. Era noite, e eu olhava fixamente para o céu. Vi Vênus pela primeira vez. Não haviam nuvens, e de repente, avistei uma constelação. Eram pequenas estrelas, tão discretas, que passariam despercebidas por olhos quaisquer... Estavam agrupadas num cantinho do infinito, escondidas. Me encantaram em sua timidez.
Creio que meu olhar incessante fez com que se deixassem bailar. Esnobaram sua graciosidade, e em seguida, se foram. Se tornaram estrelas cadentes, e cada uma delas me concedeu um pedido. Não queria todos eles, mas apenas um.
Pensei por muito tempo. Queria algo que me fizesse feliz, que saciasse todos meus outros desejos, que preenchesse minha alma de amor sempre que as estrelas fossem ofuscadas por nuvens negras. Por fim, nada pedi.


Tudo que desejaria já encontro em você.

5 comentários:

Júlia Medeiros disse...

Arrasou no texto Jubz.
esse final ficou sucesso *-*
adoro as coisas que tu escreve!
Beijos

  disse...

declaração linda :D
beijos

deliriosdeumamenteconfusa disse...

muito bom texto!
vc ganhou um selinho no meu blog ve la
bjo

Bruna. disse...

eae, menine!
tem selo pra ti la no quetal :)
beeijos :**

Priscila Alanis disse...

Vou te seguir tbm ^^
Seu blog ta lindo!! Tenho que arrumaro meu, mais não estou conseguindo...
Obrigada pelo comentário!! ^^
Bjaummmmmmmmmmmmm