segunda-feira, 20 de abril de 2009


Hoje eu precisava ir até a praia conversar com as estrelas. Queria privacidade, sem incômodo ou distração alguma. Agasalhei-me e fui.


Sentei-me na areia macia e a brisa forte da noite bagunçava meus cabelos. Enquanto conversávamos, alguns pingos de chuva caíam, avisando que nuvens negras estavam por vir. Gentilmente, elas cederam seu lugar no firmamento.
Desta vez não as chamei de volta...
Há dias chove assim, são dias longos e cinzentos. Sozinha, horas a fio entre grãos de areia e altas palmeiras, preenchi minha alma novamente do mais puro sentimento. Ao voltar, apeguei-me à cantiga dos ventos, que embala até agora a doçura dos meus sonhos, combinada aos monótonos sons da chuva nos telhados vizinhos...

13 comentários:

Drica Baunilatte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Drica Baunilatte disse...

Nossa, você se expressa MUITO bem!
lindas e suaves palavras. adorei :*

Bárbara Azalim disse...

Eu amo seus textos. De verdade! A-M-O.


<3

Cindy disse...

ideeem, adoro seus textos! *--*

giuh disse...

adorei o texto. E é tão bom sentar na areia, ficar olhando o mar e esquecer de todo o resto *.*

Lu Andrade disse...

Uau! Gostei muito do jeito que você escreve...
Beijos

Bruno Alves disse...

Ola ,passando pra avisar que no meu blog tem o selinho pra vc

Bjoo

JANA disse...

adorei seu blog, mtO legal mesmo...

coisas lindas que vc diz, venho aqui sempre daqui pra frente.

bjOS

Helô disse...

Que lindo texto!!! Amei!!! Paasa la no meu quando der!!! Bjinhos!!!

Vic Vivendo disse...

Passando para deixar um beijo e tb essa frase.
Há quem me julgue perdido,porque ando a ouvir estrelas.Só quem ama tem ouvido para ouvi-las e entende-las..

Olavo Bilac
Bjospassanomeu!

isisrebelo disse...

você escreve tão bem bebê *-*
<3 saudade de falar contigo.

Pri disse...

Não me canso de "ouvir" você dissertando sobre as estrelas!


Será ótimo entrar no seu mundinho aqui também Jujuba....

Pr!k@ virou blogueira tbm!


ahuahauahauahau

;*

MAV disse...

Jujuh.
As vezes não há nada melhor do que ouvir o barulho do mar. ele fala mais do q esperamos, e exatamente o q precisamos entender.
Apoio essas saidas repentinas.
Fazem bem pra alma. e pra todo o resto.
beijinhoss.